terça-feira, janeiro 02, 2018

Retrospectiva de 2017


2017 não foi um ano particularmente espetacular. Nada estrondoso aconteceu e estive muito parada, em todos os sentidos. Posso dizer que foi mais um ano de reflexão do que de ação. Ainda assim, foi um bom ano.

Andei de cavalo pela primeira vez e deslumbrei-me com a beleza das lezírias, logo no início do ano, e ainda trouxemos o Mufasa connosco. Em fevereiro comecei a trabalhar no sítio onde ainda estou hoje e descobri que podemos conjugar as várias paixões que temos com a nossa vida profissional. Ainda em fevereiro, o Caju entrou na minha vida - apesar de hoje já não estar comigo aqui em casa, sei que está melhor agora, com o amor e carinho de uma pessoa de quem gosto muito. Fui à benção de finalistas do meu namorado, de quem me orgulho todos os dias, e ainda fomos acampar, pela primeira vez, longe da nossa cidade. Tal como no ano passado, fomos passar um fim-de-semana à Ericeira (o nosso cantinho) - o meu lugar de eleição para fugir da rotina e do trabalho. Apesar do pouco tempo que temos, ainda consegui passar tardes fantásticas com o meu polvo preferido (Friends come and go like waves of the ocean, but the true ones stick, like an octopus on your face). Graças à faculdade, tive o privilégio de conhecer uma das grandes editoras de Portugal e ainda convidá-la a fazer um workshop de Revisão de Texto. Com este workshop, eu e a Margarida angariámos 100€, que reverteram a favor do Centro de Apoio ao Sem Abrigo. Em 2017 mantive-me com duas pessoas fantásticas que, se tudo correr bem, continuarão comigo no mestrado. Conheci os mais variados sítios com a minha pessoa preferida. Abracei e conheci centenas de animais que todos os dias passam pelo meu local de trabalho.

2017 não foi o melhor ano de todos mas foi um ano que me aqueceu o coração de janeiro a dezembro. Se 2018 for tão bom como 2017, sou uma felizarda. E que todos os que fizeram parte de 2017, se mantenham comigo em 2018 e infinitivamente.

Be more awesome than last year.

2018, um ano de concretizações e expetativas


Este ano, ao contrário de todos os outros, não fiz uma lista com os desejos que tenho para 2018. Por alguma razão, não senti a necessidade de o fazer. Decidi que este ano não me vou restringir a uma lista com desejos banais, que todos os anos fazem questão em ser os mesmos - chamemos-lhe "desejos irrealistas que eu teimo em tentar concretizar mas que, até hoje, não passam disso". 2018 vai ser o ano do "deixar andar e vamos ver como corre". Não num mau sentido, mas de uma forma a não colocar tanta pressão em mim mesma

2018 já vai ser, por si só, um ano de mudanças. Em janeiro vou finalmente começar um curso que me vai abrir luzes para o futuro e, se tudo correr bem, termino a licenciatura e começo o mestrado. Estas são as únicas três coisas que pretendo - e que exijo - que sejam concretizadas este ano. 
De resto, tenho apenas pequenas expetativas que quero que aconteçam, não necessariamente em 2018 mas sempre, sejam elas viajar, ler muito ou postar mais aqui no blogue.

De 2018 só espero que seja um ano de crescimento, tanto a nível mental como a nível emocional, e espero que seja o ano em que me torno um bocadinho mais independente - sair de casa, quem sabe? -, e me integre num meio profissional que envolva a minha área de estudos. Mas sem pressões. Finalmente percebi que não funciono bem sobre pressão e que, quanto mais pressão tiver em cima dos meus ombros, menos produtiva sou. Por isso, vamos deixar andar.

Aqui no blogue também vão existir algumas mudanças, pequeninas. Comecei já por definir o blogue como um blogue de lifestyle e não apenas sobre livros. Sinto que tenho algo mais a dizer do que falar apenas sobre livros - ainda que continuem a ser o foco principal do blogue! Incorporei um design mais organizado e mais a minha cara. Algo que me faça sentir bem, assim como o conteúdo que aqui exponho.

Um bom ano a todos os leitores do all the bright places e que 2018 seja o vosso ano. 

domingo, dezembro 24, 2017

NATAL | Boas festas!


Um feliz natal a todos os leitores do all the bright places!
Que encontrem debaixo da árvore tudo aquilo que pediram!

Beijinhos,
Andreia Capelo
© all the bright places by Andreia Capelo. Design by FCD.