⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

quinta-feira, março 23, 2017

#BringThePopcorn | Beauty and the Beast


A ideia de um remake do clássico da Disney A Bela e o Monstro não me agradou logo de início. Não sou fã de remakes, principalmente quando o original é bom - pois, quando o original é bom, muito dificilmente o remake será melhor.
Quando vi o trailler, a ideia caiu em melhor graça. Achei que afinal não seria, de todo, uma desgraça e que talvez até fosse gostar. Gostei da escolha da atriz principal (Emma Watson) e isso foi meio caminho andado para a minha vontade de ver o filme crescer. Depois de tanta espera, o filme finalmente saiu e eu lá fui vê-lo. Ia com grandes expectativas e sabem que mais? O filme superou-as "à grande"!

O que mais me agradou foi o facto de o remake ser tão fiel ao original. Desde as falas às vestimentas, é tudo bastante semelhante. As personagens são as mesmas - vá lá que não se puseram a inventar e não puseram lá personagens desnecessárias -, as personalidades mantêm-se e os sentimentos também. 

A Belle (Emma Watson) estava deslumbrante. A atriz tem uma beleza tão simples e pura, que nem eu mesma teria pensado numa atriz melhor para o papel. Talvez o facto de ambas terem uma personalidade tão similar - o gosto pelos livros, a determinação e a força de vontade - tenha contribuído para tal. A prestação da Emma foi excelente e eu nunca pensei que ela cantasse tão bem!

O Monstro foi, também, uma surpresa. Os efeitos estão de tal maneira bem feitos, que nós nem colocamos a hipótese de tudo aquilo ser feito em computador. Não há falhas. Está bem pensado e, mais uma vez, mantém-se fiel ao Monstro do original.

A minha personagem preferida foi o Gaston. Na minha opinião, foi sem dúvida a personagem com mais vida e com mais desempenho. Não conhecia o actor que o interpretou, mas ficou cinco estrelas! Damos por nós a ficar rendidas aos seus encantos, mesmo com aquela personalidade bruta e agreste, que o actor fez questão de tão bem traçar.

Apesar do elenco ser excelente, os efeitos e a música são o que dão vida ao filme. As músicas são lindas - iguais ao original, mas com um toque actual - e os efeitos são de cortar a respiração. Como disse quando falei sobre o Monstro, tudo aquilo parece real. No fundo, acho que estes factores contruibuem para que uma pessoa saia de lá encantada. 

Este foi um dos melhores filmes que vi nos últimos tempos - não por ser um clássico da Disney, até porque A Bela e o Monstro nunca foi um dos meus preferidos - e não me importava nada de repetir a dose.

Já viram? Se não, fazem intenção de ver?


All The Bright Places
Andreia Capelo

4 comentários:

  1. Não consegui ir vê-lo ao cinema mas faço questão de o ver de qualquer maneira! Estou muito curiosa!

    Beijinhos!!
    Black Rainbow / Instagram

    ResponderEliminar
  2. Ainda não tive a oportunidade de o ver, mas mal posso esperar para também eu ter uma opinião sobre ele!
    Beijinho,

    LYNE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que essa opinião seja positiva Lyne!

      Beijinhos x

      Eliminar

 
Designed by Beautifully Chaotic